Ir ao conteúdo

camadas

buscando sentir-me visto
crio camadas e camadas
que escondem quem eu sou
a ponto de me questionar
se realmente existo.
não,
não mais.

Publicado empoemas

Seja o primeiro a comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *